RAPIDINHAS - FUI VER alguns filmes

Fala pessoal, esse é o novo "quadro" aqui no blog, o RAPIDINHAS, onde vou fazer resenhas curtas e diretas do que vi durante a semana, mês, conforme for juntando coisa para postar e que não de uma resenha grande como faço de costume.

Esse primeiro RAPIDINHAS são de alguns filmes que podem ainda podem estar ou já não estão mais sendo exibidos nos cinemas, mas que assisti durante o período em que o blog ficou sem postagens.

E o que temos por aqui? Mini-resenhas de Guardiões da Galáxia Vol. 2; Rei Arthur - A Lenda da Espada; e Mulher-Maravilha. Como são filmes que nem estão mais em exibição e até já é possível pegar na "locadora", essa postagem vai ter spoiler sim. Obrigado pela visita, volte sempre até a próxima postagem caso não queria ficar sabendo demais.


GUARDIÕES DA GALÁXIA VOL. 2

Fui ver a continuação da maior surpresa de 2014, de um grupo de "heróis" que até para os leitores dos quadrinhos é pouco conhecido, só os leitores mais hardcore e fãs das aventuras espaciais da Marvel que conheciam mesmo, porque o resto é tudo um bando de mentiroso que só passou a conhecer depois do filme ou uns meses antes por causa dos trailers que empolgaram, filme foi uma revolução no gênero de filmes baseados em gibis, um filme muito bom e engraçado.

Mas vou te falar que essa continuação não conseguiu superar o primeiro filme e digo até que pecou em alguns pontos que não poderia ter errado, mas no resumo geral da obra é um filminho legal, mas não entraria nem no top 5 de melhores filmes da Marvel; o filme acerta no desenvolvimento dos personagens Rocket Raccoon, Gamora e Nebula; e Yondu; acerta no crescimento do universo cósmico M.C.U. (16 anos de filmes e vou precisar falar o significa a sigla? rs) ; agora erra feio em ter transformado o Drax no personagem de alivio cômico do filme e forçar 90% das falas dele com piadas bobas, fora de hora e até sem sentido; errou no desenvolvimento de personagem do Peter Quill, que merda em, filho de um planeta vivo que quer apenas criar o filho perfeito para usa-lo como bateria; errou em não dar mais espaço pro personagem do Stallone; se você achou idiota a forma como derrotaram o Ronan no primeiro filme, você deve ter odiado a forma como derrotaram o pai, o povo então que odiou a luta final no Man of Steal então deve ter espumado pela boca com a luta mais Dragon Ball Z que já vi na vida e foi bem DBZ mesmo, pq tirou um poder extra do RABO do roteirista e assim venceu o vilão, bom se bem que é um filme da Marvel, quase ninguém enxerga os defeitos, não vou nem falar do Pac-Man GIGANTE dessa luta.


REI ARTHUR - A LENDA DA ESPADA


E mais uma vez temos um filme contando lenda do Rei Arthur, de tempos em tempos temos um filme sendo feito contando essa história, acho que deve ser um dos contos mais utilizados no cinema, seja em filme próprio ou dando base para outras produções, só que eu acho que é a primeira vez que fazem um filme do Arthur em um mundo de fantasia mesmo que não seja um telefilme ou série para a televisão.

O responsável por dar essa nova vida ao personagem é o diretor Guy Ritchie, sou suspeito ao falar dos filmes que ele dirige, pois sou fã do trabalho do cara desde o Jogos, Trapaças e Dois Canos Fumegantes; sei lá, gosto da forma que ele filme, como faz os cortes de cenas e como monta as histórias que conta e não é diferente nessa nova adaptação da história do Rei Arthur, eu gostei demais do filme.

Além de ter toda a identidade visual do Ritchie, a história ficou bem legal, parecendo o inicio de uma aventura de RPG, com Arthur ganhando experiência, ficando mais forte, até o ponto de conseguir dominar a lendária espada Excalibur, temos de tudo um pouco no filme de elefantes gigantes sumonados por um mago, monstros e criaturas misticas, ficou legal demais, pena que foi tão mal na arrecadação de bilheteria nos EUA, então capaz de não ter mais continuações, mas pelo que tem no filme, era para ser a nova franquia sob o comando do cineasta inglês.


MULHER-MARAVILHA


Olha, se arrependimento matasse, eu estaria morto por ter dito que Gal Gadot não se encaixaria no papel da Mulher-Maravilha, que ela era magrela demais, que não daria certo, enfim, me arrependo de ter dito isso e agora não consigo ver outra pessoa melhor para interpretar a personagem no lugar dela, assim como não vejo outra pessoa sendo o Deadpool que não o Ryan Reynolds ou o Henry Cavill como o Superman, ela ficou perfeita no papel.

E o filme também é incrível, lindo ver o quão foda é a semi-deusa, o filme todo é bem montado e com uma direção impecável de Patty Jenkins cuidando de levar para a tela grande essa personagem tão forte e que veio para calar a boca de quem falava que não dava para colocar uma mulher em um filme solo de super-herói, Mulher-Maravilha já é a maior bilheteria de um filme de origem para um super-herói. Outra coisa que quase ninguém admite é que Zack Snyder é um injustiçado, já que toda a base do roteiro do filme é dele, que foi com base no que ele escreveu que o roteirista Allan Heinberg montou a história do filme.


Então esse foi o RAPIDINHAS da vez, espero que tenha gostado do estilo de como fiz as resenhas, se concorda ou discorda, comente ai em baixo o que achou desses caso tenha assistido.

Até a próxima, um abraço.

Comentários