3 de abril de 2017

FUI VER Power Rangers

♪♩ Power Rangers têm a força, hey!
Power Rangers são heróis, hey!
Juntos eles formam um poderoso Megazord
O mundo precisa de vocês ♪♩
(O Universo Precisa de Vocês (Power Rangers) - Sandy & Junior, 1995)

E com essa maravilhosa letra da música tema do primeiro filme do Power Rangers, que eu aposto que você deve ter cantado mentalmente, vamos ao review do remake de Mighty Morphin Power Rangers, clica em "Continue Lendo" e confira.

Lembro quando o pequeno (pequeno mesmo) Bruno costumava ficar grudado na televisão para ver na TV Colosso (era lá que passava né?) os Power Rangers, sassinhora, como era bom aquele tempo em, sem preocupações, sem boletos para pagar, sem ter que acordar cedo para ter que ir trabalhar, isso que era vida viu, enfim, lembro adorava essa série, brincava com os amigos e sempre pedida de presente os bonequinhos, nossa, eu tive até uns 3 anos atrás o MegaZord "inteiro", aí dei para o filho da empregada, se eu tivesse pesquisado o valor antes de dar, nunca que teria dado. rsrs

Do primeiro filme lembro muita pouca coisa, da história do que acontecia, só lembro que quando assisti não tinha entendido porque tinham trocado os rangers preto e a amarela, a amarela até imagino porque, a atriz que a interpretava veio a falecer em um acidente de carro (ou isso é só mais uma lenda da internet?), agora o ranger preto, sei lá porque caralhas foi trocado, mas achei foda ver aqueles efeitos especiais de última geração (era raro ver um filme com CGI naquela época) e que o Apocalipse apareceu lá, 20 anos antes de ser morto de forma tosca pela Sansa Stark, e pulta que pariu veih, que eram aqueles uniformes foda demais, coitada da minha avó que teve que me levar no cinema para assistir esse pombal e ainda por cima aguentar aquela mulecada encapetada no filme. 

Faz muitos anos que não assisto a série, a última que assisti, se não me falha a memória, foi a que o ranger azul era um pivete que quando e transformava virava um adulto, era bizarro demais isso, mas tudo bem, que moleque de uns de uns 12 ou 14 anos liga para lógica em filme? Era o que menos importava, o que importava era ver as cenas massa veih e ver as faíscas saindo na hora da treta, além é claro da clássica explosão atrás dos Rangers logo depois deles se transformarem e todos em uma pose de apresentação. Mas aí a Saban anuncia que vai fazer um novo filme da equipe e reiniciando a franquia nos cinemas, sassinhora, o pivete em mim gritou na hora "vou assistir esse filme e nada de esperar sair na locadora online", nossa, já enrolei demais, vamos falar do novo filme então.

A sinopse é a seguinte "Segue a história de cinco adolescentes normais que precisam se tornar algo extraordinário quando eles descobrem que sua cidade, Angel Grove – e o mundo – está prestes a ser obliterada por um ataque alienígena. Escolhidos pelo destino, nossos heróis rapidamente descobrem que são os únicos que podem salvar o planeta. Mas para isso, eles precisam resolver suas vidas primeiro, antes de se juntarem como os Power Rangers.”, o elenco é formado na maioria por atores desconhecidos do grande público, Dacre Montgomery como Jason Scott/Ranger Vermelho, Naomi Scott como Kimberly Hart/Ranger Rosa, Becky G como Trini/Ranger Amarela, RJ Cyler como William "Billy" Cranston/Ranger Azul, Ludi Lin como Zack Taylor/Ranger Preto; e aí, conhece algum? Eu não. rsrs De ator famoso temos Elizabeth Banks como Rita Repulsa, ela fez a Betty Brant nos filmes do Homem-Aranha do Sam Raimi; também os atores Bill Hader como Alpha 5, humorista e ator que fez parte do Saturday Night Live, e o mais famoso de todos é o ator Bryan Cranston como Zordon, nem preciso pelo o que ele ficou famoso né? Cranston que por sinal está retornando à franquia dos Rangers, isso mesmo (faz de conta que não leu ou ouviu isso em todos os outros site e canais do YouTube, ok?) abiguinhos, na série dos anos 90 ele dublava alguns monstros e coadjuvantes na série, além de ser amigo dos produtores ao ponto do Billy Cranston ter o sobrenome igual ao dele em homenagem ao ator.

Então, a história do filme é aquela básica, jovens problemáticos que do nada ganham poderes, ai precisam aprender a controlar esses poderes, para poder salvar o mundo de um grande mal, não tem um grande plot twist, não tem uma grande profundidade, mesmo que as vezes pareça querer, o que é bem trabalhado no filme é o desenvolvimento dos personagens principais, que mostra bem que cada um deles tem seus problemas pessoais e como isso afeta a vida deles, por exemplo, o Billy Cranston é um jovem problemático pois tem um tipo de autismo, o que o impede de interagir corretamente com as pessoas; a Trini, jovem problemática pois sua família e sociedade não à aceita como ela é e nem a opção sexual dela; o que é muito legal de ver, já que na série antiga os 5 rangers eram na maioria o povo legal do colégio, o que é legal também é o desenvolvimento da história dos Rangers mesmo, que aprofunda mais a mitologia deles e explica como Zordon e Rita Repulsa vieram parar na Terra. 

Agora o que é foda mesmo de ver, são as cenas que homenageiam a série original, sassinhora meu amigo e amiga, a hora que toca a música tema original, vixi, grande maioria das pessoas que estavam na sala do cinema vibraram, não tinha uma criança na sessão, só gente que aparentava ter a minha idade mais ou menos (31...), ouvir "Go go Power Rangers", noooooooooossa... Fora a participação rápida de dois dos rangers da velha guarda, coisa linda de ver, que bela homenagem.

Comparação Novos Rangers com os
Antigos Rangers
Enfim, o filme é pura nostalgia, é divertido, não tão bobo como a série era e as séries atuais dos Rangers são (assisti 1 episódio da mais atual que tem na tv a cabo e achei um lixo e extremamente boba), tem uma boa história que é bem trabalhada e desenvolvida, não é a melhor coisa do mundo, mas longe de ser a pior, bom, talvez por causa do sentimento nostálgico, mas é um bom filme para passar o tempo e se divertir um pouco, nesse meio de filmes tão sérios ou que tenta se levar tão à sério.

POWER RANGERS: É altamente recomendável para quem assistia quando era criança, provavelmente também vai adorar, agora se não gostava ou nunca assistiu, provavelmente não vai gostar.

Nenhum comentário :

Postar um comentário