20 de outubro de 2016

JÁ ASSISTIU Luke Cage?

Essa parceria da Marvel com a Netflix para adaptar alguns dos seus heróis urbanos resultou em duas boas temporadas do Demolidor, que resgatou o personagem da imagem negativa que tinha por causa do filme da Fox, e também uma boa temporada para Jessica Jones, que mostrou que representou bem o público feminino e que não tem mesmo esse negócio de sexo frágil; tendo ainda mais dois personagens à serem apresentados antes de chegar ao objetivo final, que é fazer uma reunião desses personagens urbanos na série dos Defensores, prometida para o final de 2017.

A adaptação da vez é Luke Cage que tem super-força e pele impenetrável, é um personagem criado por Archie Goodwin, John Romita, Sr., George Tuskacom; com um visual inspirado no blacksploitation do cinema hollywoodiano, foi apresentado na revista Luke Cage: Hero for Hire #1 de junho de 1972 e assim como o Pantera Negra, é um grande personagem representante da cultura afro-americana nos quadrinhos da Marvel; agora com a sua série estreou em abril de 2016 é o terceiro integrante do grupo dos Defensores a ter série própria e já pude assistir ela toda, no post completo falo do que achei da série e o que esperar do que ainda está por vir nas séries do Netflix.


Confesso que conheço muito pouco do personagem, mas sempre que encontro alguém que é fã do Luke Cage, o que é muito raro acontecer, ouço boas coisas sobre ele, que o personagem nunca foi um herói tradicional, que tem toda uma representatividade em cima da sua história, mas uma infinidade de coisas, além do mais, se Nicolas Kim Coppola é fã do personagem, não tem como ser ruim, porque quem adotaria o sobrenome de um personagem de quadrinhos em vez de usar o sobrenome do tio famoso para alavancar a carreira profissional logo de cara? Só mesmo Nicolas Cage para fazer isso, então se um dos melhores atores vivos diz que o personagem é bom, então é bom. Fora esse fato curioso sobre o Poderoso, eu só li histórias em que ele é integrante de uma superequipe, nunca li uma história solo dele.

Então quando o personagem foi superficialmente apresentado na série da Jessica Jones, fiquei um pouco mais interessado em ver a série própria dele, pois lá se mostrou mesmo um bom personagem e que poderia ser algo promissor, mesmo o ator Mike Colter sendo bem mais ou menos e sem carisma algum, dava um folego no interesse de continuar a assistir as séries que estão sendo desenvolvidas pela parceria Marvel/Netflix.

A série solo do Herói de Aluguel é boa, bem trabalhada e faz jus à parte de representatividade da cultura afro-americana, mas falha na parte em que dá o apelido de herói de aluguel ao personagem e acredito que isso ocorra por causa da formula adotada pelos produtores das séries do canal de streaming utilizaram nas primeiras temporadas de Demolidor e Jéssica Jones, que é a formula da Jornada do Herói, onde o protagonista precisa passar pelas etapas de autoconhecimento, chegar na parte que se assume o herói da história e parte para o trabalho (acho que já falei algumas vezes sobre essa formula), só que sei lá viu se esse seria o caminho mais correto a ser tomado com o Luke, pois quando vemos ele na série da Jessica Jones, ele já parece se autoconhecer e saber o que pode e o que não pode fazer, o que suas ações podem desencadear e por isso escolheu se esconder e só agir quando realmente necessário.

Boca de Algodão (Mahershala Ali)
Só que na agora parece ser o contrário do que foi apresentado, Luke se mostra inseguro de usar as suas habilidades e escolhas, fica se lamentando boa parte da série dos problemas que passou e se culpava pela morte da sua amada, coisa que aparentemente tinha sido resolvido na série da detetive quando mostra que ele não tinha sido o culpado; outra coisa que incomoda muito, o ator Mike Colter, como disse ali em cima, é bem sem carisma algum que chega ao ponto de você gostar mais e se importar mais com o vilão Boca de Algodão, interpretado pelo bom ator Mahershala Ali vindo de outra série do Netflix, a House Of Cards, do que com o personagem principal, acredito que se fosse um outro ator, que desse uma melhor interpretação e fosse mais carismático, teria sido mais agradável de acompanhar essa série.

Outra coisa que incomoda na série, o ritmo adotado que os episódios tem, que na sua maioria são bem parados e com muitos diálogos, confesso que assistir essa série em maratona só foi possível porque fiquei três dias em casa com virose bem forte, porque caso contrário, teria levado alguns bons dias para assistir os 13 episódios, e parece mesmo que a Marvel gosta de aderir a certas formulas quando dão certo em uma coisa, pois assim como tivemos nas duas temporadas de Demolidor e na da Jessica Jones, temos aqui a luta do corredor, onde o protagonista enfrenta uma horda de bandidos em um espaço pequeno, tipo a cena do filme Oldboy, não é uma coisa chata, mas sério que tem que ter essa cena em todas as séries deles? Não tenho dúvidas que na primeira temporada do Punho de Ferro também teremos algo parecido. rs

Luke visual anos 70
Olha, não fique achando que eu não gostei da série, eu gostei sim, mas sei lá viu, de tudo que foi vimos até agora, acredito que seja o pior produto apresentado, por causa de uma série de fatores, desde o ator principal ser ruim de serviço, acho que teria sido uma melhor escolha colocar o Terry Crews no papel do Luke como muita gente na internet pedia, até a virada de situações no meio da série que apresenta um outro vilão e que mais parece saído da série do Batman dos anos 60, do que algo parecido com o Rei do Crime e o Kilgrave, o que tem de melhor nessa série é apresentação de história uma pequena parte da cultura afro-americana, que é representada pelas músicas, basquete e onde se situa toda a trama da série, então não deixe de assistir, mas não tente assistir tudo de uma vez, pois pode ficar cansativo, as sutis referências ao Universo Cinematográfico Marvel é legal de ver, mas te deixa a impressão que as séries da Netflix não tem relação alguma com o que acontece nesse universo, mesmo mostrando que possui seres mais poderosos que os apresentados em Agents of S.H.I.E.L.D. e que nessa série são bastante perseguidos e alvo da agência de espionagem e controle, nessa parte das séries de streaming, parece que os personagens nunca nem ouviram falar da agência e muito menos se preocupam com ela.

Então, se você quer assistir esse universo mais sério e violento da Marvel ou é fã do personagem, não deixe de assistir Luke Cage, agora se você mal conhece o personagem e apenas é um fã do trabalho da Casa das Ideias na televisão, não perca tempo e assista logo (já deve ter assistido. rsrsrs), agora se você só que ver algo para matar o tempo nas horas de folga e não gosta de ver em maratona tudo que sai no Netflix, essa é a série perfeita para se assistir um episódio por dia ou semana. rsrsrs Agora vamos ver aguardar e ver o que vem pela frente com Punho de Ferro e a série que vai reunir Demolidor, Jessica Jone, Luke Cage e Punho de Ferro em Defensores no ano que vem, espero que sejam melhores.

Nenhum comentário :

Postar um comentário