2 de agosto de 2016

JÁ ASSISTIU Preacher?

Olha, eu nos últimos tempos tenho evitado começar novas séries por dois motivos bem simples, o primeiro é porque eu não consigo largar uma série depois de ter assistido pelo menos 4 episódios, ou tipo se ela já foi boa em alguma momento, vide Supernatural que disse que iria largar (veja o post sobre aqui.) e continuo assistindo; e o segundo motivo é por já ter muitas séries na lista do que assistir e pouco tempo para ver tudo.

Mas ai resolveram fazer uma série que iria se basear/adaptar a HQ Preacher, eu nunca a li, mas todo mundo que eu conheço e que gosta de sair do eixo Marvel e DC, fala que essa é uma HQ daquelas que você tem que ler pelo menos uma vez na vida, enfim, a primeira temporada acabou recentemente no seu 10° episódio e agora já da para falar um pouco dela.

Entre ai no post completo e confira a palavra deste que vos escreve. rs

Bom, vamos lá, um pequeno resumo do que é a HQ em que a série se baseia, "Preacher é uma série de histórias em quadrinhos publicada pelo selo Vertigo da DC Comics, criada pelo roteirista Garth Ennis e pelo desenhista Steve Dillon. Preacher conta a história de Jesse Custer, um pastor atingido durante um de seus sermões por uma estranha energia vinda dos céus, o Gênesis. Como resultado, a pequena igreja em que ele pregava é completamente destruída e todos os fiéis mortos. Só Custer sobrevive ao desastre. O pastor descobre que recebeu a dádiva da voz de Deus, poder com o qual contará em sua cruzada - ao lado de Cassidy, um vampiro beberrão, e da bela Tulipa - para descobrir o que aconteceu no Paraíso.", bem, nem tão pequeno assim, mas o que vale é a intenção não? rsrs
Jesse, Cassidy e Tulipa, que trio.
A série que passa no canal AMC, o mesmo de Breaking Bad e The Walking Dead, a adaptação é produzida e roteirizada por Evan Goldber e Seth Rogen, que juntos escreveram o roteiro dos filmes Superbad, Pineapple Express, É o Fim e A Entrevista. No elenco da série estão os atores Dominic Cooper (o Howard Stark da série Agent Carter) no papel de Jesse Custer; Ruth Negga (a Raina de Agents of S.H.I.E.L.D.) no papel da Tulipa O'Hare; Joseph Gilgun como o vampiro Cassidy; Jackie Earle Haley (o Rorschach de Watchmen) como Odin Quincannon; em resumo, a história dessa primeira temporada nada mais é que um prelúdio da história das HQs, que mostra como Jesse se tornou hospedeiro do Gênesis e os acontecimentos que o levaram a sair da cidade de Annville, na jornada de busca para saber o que aconteceu no Paraíso e paradeiro de Deus.

Confesso que fiquei com um pouco de receio quando li que Evan Goldber e Seth Rogen que iriam escrever e produzir o roteiro da série, porque posso não ter lido ela, mas sei que não é uma história de comédia besteirol regada a muita maconha, coisa que é muito recorrente nos filmes da dupla, não que eu ache ruim, eu adoro os filmes deles, mas foi uma mudança e tanto no estilo dos dois de escrever, o que por um lado foi muuuuuuuito bom, porque deu para surpreender quem estava com o pé atrás, pois eles entregam uma história que é boa demais, tem humor na medida certa e no momento certo e é um humor bem acido para os mais sensíveis, um bom tanto de violência e é bem divertida.

Melhor personagem da série.
A história apresentada pela dupla eu achei incrível, como disse lá no começo, eu nunca li nenhuma das HQs de Preacher, então não tenho como fazer a comparação se é uma adaptação fiel ou apenas algo baseado nas HQs, mas vi alguns fãs mais xiitas reclamando das mudanças, mas também vi fãs dizendo que as mudanças ficaram boas, enfim, não da para se agradar todo mundo né, eu até hoje xingo a Sony por toda a merda que fez com Homem-Aranha nos dois últimos filmes. Mas como ia dizendo, a história é incrível, tem personagens que cativam e que você fica contente quando eles aparecem e fica triste por não terem aparecido tanto no episódio; todos os 10 episódios eu assisti sem perder o foco ou me distrair com uma mensagem no celular ou outra coisa; hora que terminei de ver o surtado décimo episódio já fiquei ansioso pelo próximo, agora imagine a minha frustração hora que fui pesquisar e descobri que esse foi o último da temporada. rsrs

Uma outra coisa que da para dizer é que, quem é mais sensível com as questões de mexer com religião, fazer piadas, brincadeiras e até falar mal em alguns momentos, pode ser que não goste, pode ser. rsrs Mas como sou bem resolvido com a minha e sei que é apenas entretenimento, não vejo problemas com isso, nem vejo por onde possa abalar a minha fé, mas conhecendo o povo mais caxias e que acha que nunca se pode usar religião sem ser em encenações religiosas, esse povo vai com toda certeza faze campanha para a cancelarem essa série. rsrs

Então se você não assistiu a série ainda por algum receio, vá assistir pois ela é boa demais, você não vai se arrepender, se você é fã das HQs e não assistiu e não é um dos doidos que aceita mudanças, nem as boas mudanças, bom talvez essa série não te agrade; agora se você é o fã que gosta de ver aquele personagem que tanto gosta ganhar vida, vá assistir pois vale muito a pena.


P.S.: Acho que ainda estou muito empolgado com o último episódio, eu acabei de assisti-lo e já vim escrever o post. rsrsrs

4 comentários :

  1. Respostas
    1. Obrigado Daniel, assista, é uma das melhores que assisti este ano.

      Excluir
  2. Muito bom o post! Essa empolgação que torna o texto melhor!

    ResponderExcluir