22 de janeiro de 2016

FUI VER Os Oito Odiados

Quando se trata de um filme de Quentin Tarantino só busco saber qual é a sinopse e quando sai, eu mal vejo trailers ou qualquer coisa que seja relacionada ao filme, afinal, sei que das mãos e da mente desse cara só saem ótimos filmes, então vou sempre sem medo para o cinema e sei que é praticamente certeza que irei ver um ótimo filme.

Com Os Oito Odiadoso oitavo filme do diretor e produtor, não seria diferente, vi só dois trailers e a sinopse do filme, só para ver como seria o tom do filme, as demais noticias que envolviam algo sobre a trama e fotos dos personagens nem cheguei a ver, não por receio de acabar tomando um desagradável spoiler, mas porque apenas não tinha interesse, não tinha sentido ver qualquer coisa disso, porque como disse, até hoje não me decepcionei com nenhum filme do Tarantino.

Entre sem medo no post, é totalmente sem spoilers!

Ao anunciar seu oitavo filme, Quentin Tarantino disse que iria continuar a ambientar a história no Faroeste norte americano, mas que esse não seria uma continuação de Django (que inicialmente seria um livro com a continuação de Django e não um filme, mas que mudou de ideia porque achou que seria uma história muito previsível), um tempo depois de fazer esse anúncio, o roteiro finalizado do filme acabou vazando na internet, o que deixou Tarantino muito triste e irritado, chegando ao ponto de dizer que iria descartar a ideia do filme e partir para uma nova história e que por causa disso não saberia quando iria ficar pronta essa nova história.

Mas ai, no meio dessa confusão, Samuel L. Jackson acabou lendo o roteiro do filme e o adorou, gostou tanto que acabou convencendo Quentin a voltar atrás na decisão de não filmar Os Oito Odiados, então graças a Sam L. "Mito" Jackson que hoje está nos cinemas a oitava obra de arte de Tarantino, a contagem de filmes não é à toa, o diretor diz que só irá fazer dez filme e depois disso vai se aposentar da vida de cineasta e se dedicar a escrever peças de teatro e livros, segundo ele, essa meta foi estabelecida porque não quer ouvir das pessoas "nossa, anos atrás ele era bem melhor" ou "agora ele pega qualquer roteiro para dirigir", além de que pelo ponto de vista dele, não há momento melhor para se parar o trabalho que no auge e que 10 filmes é o suficiente para ele.

Enfim, chega de enrolação e vamos falar do filme, a sinopse do filme é a seguinte "Os Oito Odiados se passa alguns anos depois do fim da Guerra Civil americana. A trama acompanha uma diligência que cruza as invernais paisagens do Wyoming levando John Ruth (Kurt Russell) e sua prisioneira Daisy Domergue (Jennifer Jason Leigh) para Red Rock. No caminho eles encontram dois estranhos Major Marquis Warren (Samuel L. Jackson), um ex-soldado transformado em caçador de recompensas, e Chris Mannix (Walton Goggins), um renegado do sul que diz ser o novo xerife da cidade. Depois de serem surpreendidos por uma nevasca, o grupo busca abrigo no Armazém da Minnie, uma parada de diligência nas montanhas. Lá, no lugar da proprietária, eles encontram mais estranhos: Bob (Demian Bichir), encarregado de cuidar do armazém enquanto ela visita a mãe, Oswaldo Mobray (Tim Roth), o vaqueiro Joe Gage (Michael Madsen), e o General Confederado Sanford Smithers (Bruce Dern).".

Já de cara digo que adorei o filme, a história, os personagens, a fotografia do filme e a trilha sonora é tudo perfeito, uma pena não ter tido tantas indicações ao Oscar deste ano, principalmente por ter sido esnobado para premiações como Melhor Diretor, Melhor Filme e Melhor Roteiro Original, sei lá o que a academia tem contra o Tarantino.
A história mesmo sendo simples, é muito bem elaborada e trabalhada durante as quase 3 horas de filme, são muitas cenas de puro diálogo, a violência que estamos acostumados a ver em filmes como Kill Bill e Django também está presente, mas é em uma escala menor se comparada com os filmes mencionados, pois como temos um elenco menor não da ver o banho de sangue, mas não quer dizer que seja menos sanguinolenta ou com menos miolos explodindo, o que é de se esperar para um filme do Tarantino. É uma história tensa, divertida e intrigante, que prende o espectador, eu pelo menos não vi o tempo passar e hora que o filme acabou me surpreendi de ter passado tanto tempo no cinema.

A fotografia do filme é sensacional, os cenários escolhidos para serem feitas as cenas de externa são incríveis e justificam o motivo do filme se passar todo em uma cabana com os personagens presos dentro dela. Uma pena aqui no Brasil não se ter nenhuma sala de cinema que exiba filmes que foram filmados em película de 70mm, como é o caso de Os Oito Odiados, onde foram usadas as câmeras Ultra Panavision 70, cuja as lentes captam com maior resolução o que está sendo filmado, isso foi um dos fatores que fizeram o filme receber a indicação para o Oscar de Melhor Fotografia.

Uma das melhores coisas do filme é o desenvolvimento dos personagens e os diálogos, que aos poucos vamos os conhecendo melhor e entendendo porque dão nome ao filme, alguns dos personagens você vai se apegando e torcendo para eles; outros você gosta logo de cara e conforme o tempo passa, você passa a odiar, mas odiar com força mesmo! rsrs Mas tem aqueles que você fala "foi tarde", ah não, pera ai, nesse filme não tem esse tipo de personagem! rsrsrs

Bom, chega, se continuar a digitar coisa aqui vou acabar soltando algum spoiler (ainda bem que sou legal, porque foi difícil escrever sem spoiler! rs), só assistam esse filme no cinema, não baixe da internet aquele porco com imagem de câmera porca com gente passando na frente ou áudio ruim, esse filme merece, merece não, TEM que ser assistido no cinema, com som e imagens de excelente qualidade, pipoca e o refri gelado!

NOTA de Os Oito Odiados: 4,95 de 5.

Nenhum comentário :

Postar um comentário