2 de novembro de 2015

JÁ ASSISTIU o novo Quarteto Fantástico?

Não conheço muito do Quarteto Fantástico das histórias em quadrinhos, a única coisa que eu gosto mesmo do universo da família problema da Marvel é o seu vilão, o Doutor Destino, sempre achei ele um dos melhores vilões do Universo Marvel. Uma pena que ele não está nesse filme, o que temos nele é apenas alguém com o mesmo nome.

Esse filme é a prova real de que, na grande maioria das vezes, quando o estúdio ou produtora do filme interfere demais na produção do mesmo e internamente a produção tem muitos problemas, é sinal de que vai dar merda no resultado final, e isso é evidente demais nesse novo Quarteto.

Bom vamos lá, vou apenas falar do muito pouco que conheço do Quarteto nos quadrinhos, não me lembro de sequer uma única história deles que eu tenha lido inteira, então se eu falar muita merda, me corrijam por favor, então, sei que as histórias deles sempre foram mais puxadas para o lado da ficção cientifica, pelo menos lá no começo delas, com uma pegada mais séria e trabalhando nos conflitos internos deles, nas duas primeiras e fracas adaptações para o cinema, isso foi levemente abordado, li e conheço alguns fãs que falam que esses filmes não tem quase nada do Quarteto, fora essa falta de fidelidade com a obra original, os dois filmes são bem medíocres, o que mais gostei foi do segundo que tinha o Surfista Prateado e foi minimamente menos infantil que o primeiro filme, mas sei lá qual é o problema que a Fox tem em adaptar o material original.

Elenco principal do novo filme.
Agora esse novo filme, vou te falar em, teve uma série de problemas e algumas polêmicas, umas mais relevantes, outras totalmente insignificantes, como por exemplo o Tocha-Humana ser negro, totalmente idiota todo o falatório que deu sobre isso, se a essência do personagem não fosse modificada não haveria problemas, afinal, ele não é como um Pantera Negra ou um Luke Cage que são obrigatoriamente personagens negros e tem importância sim essa condição, não vejo problema, a mesma coisa com o meu herói favorito, o Homem-Aranha, se já não houvesse o Miles Morales e mantivessem as principais características do Peter Parker, não vejo problema, não sou um fã louco que não admite boas modificações no personagem, se vai melhorar o que já gosto, porque não?

Foto de final de filmagens.
Mas o principal problema do filme é que a Fox Films resolveu meter a mão no que estava sendo feito pelo diretor Josh Trank, um diretor novato e que só tinha feito um filme antes desse novo Quarteto, ele foi responsável pelo ótimo "Poder Sem Limites (Chronicle, 2012)", confesso que quando anunciaram ele até gostei da escolha e com um pouco de esperança, mas ai ele fez um roteiro para um valor X de orçamento, a Fox veio e reduziu para Y, que obrigou Trank à fazer modificações no roteiro, ai vieram as filmagens e logo terminaram, passou-se um tempo não saia nada do filme, foto de bastidor, comentários vindos dos atores envolvidos, nem na Comic Con de San Diego apresentaram algo mesmo tendo terminado as filmagens, na verdade só ficamos sabendo que as filmagens tinham acabado porque alguém do elenco postou uma foto no Instagram falando que tinham acabado, caso contrário, acho que nem ficaríamos sabendo de algo.

Então veio a noticia que a Fox exigiu que houvessem refilmagens após o primeiro corte do filme (primeira versão depois de filmagens concluídas e algumas edições de imagem feitas), que eles queriam mais ação no filme e que esse novo Quarteto Fantástico estava mais parecendo um Poder Sem Limites 2 do que um filme do Quarteto, inicialmente Josh Trank se manteve ligado ao projeto, mas algum tempo depois foi noticiado que ele estava sendo demitido da produção do filme, não só isso, que ele além de desavenças com o estúdio, ele teve brigas com todo o elenco do filme. e que todo o 3° ato do filme (se você não sabe, todo filme é dividido em 3 atos) ficou uma grande merda e que foi isso o motivo das refilmagens.

Enfim, assisti o filme assim que caiu na internet com uma boa qualidade (não deu coragem de assistir o filme no cinema depois de praticamente 99% das críticas serem negativas e declarações dos atores principais dizendo que nem eles assistiram o produto final de tão desgostosos que ficaram com esse trabalho.), vou te falar que até meados dele é um filminho legalzinho, não é todo ruim e eu estava gostando dele, mas do meio pra frente ele perde a linha, o sentido de história e tudo acontece tudo de uma vez só em menos de 30 minutos, eles vão para o Planeta Zero (que parece ser a Zona Negativa das HQs), lá eles sofrem um acidente e ganham os poderes, Von Doom volta como um ser totalmente diferente das histórias em quadrinhos, com poderes quase idênticos da Fênix Negra do X-Men 3 (que lá já foi um lixo, porque acharam que agora seria legal?), do nada se unem (coisa que antes disso os 4 mal se falavam) para derrotar o Doutor Destino e matam ele, mesmo ele quase sendo um deus. Ah chega...

Qual o problema de fazer igual as HQs?
A única coisa boa do filme é o design que deram pro Coisa, que agora parece um ser feito de pedra, não aquele porcaria de roupa de borracha que o coitado do ator teve que usar nos dois primeiros erros da Fox, no restante não tem nada de bom, as revistas do Quarteto que sempre trabalho o conceito deles serem uma família e seus conflitos internos, no filme praticamente não existe, mais uma vez e ainda pior descaracterização do Doutor Destino, sério, não intendo como a Fox não consegue fazer ele igual as histórias em quadrinhos, acho que seria até mais simples que adaptar os integrantes do Quarteto, Von Doom, desde o visual que é simples e ameaçador, aos poderes que ele tem, Fox, qual o problema de fazer um cara arrogante, extremamente inteligente, que conhece de tecnologia, magia, é um tirano de um país, usa uma armadura quase medieval e que praticamente do mesmo jeito que o Homem de Ferro?

Ah chega, texto ruim para um filme ruim, mas se você tiver um tempo vago, baixe esse filme e assista e fique puto também. rs

Nenhum comentário :

Postar um comentário