24 de setembro de 2015

JÁ ASSISTIU Tomorrowland - Um Lugar Onde Nada é Impossível?

Imagine um lugar onde estão reunidos as maiores mentes da humanidade, lá eles irão trabalhar em conjunto e discutir como eles podem fazer para ajudar a melhorar o nosso mundo, isso em todas as áreas que você possa imaginar, saúde, artes, ciências, música, educação, qualquer uma que você tiver em mente, lá tudo isso será discutido e estudado para ver como pode ser encaixado no plano de tornar o nosso mundo um lugar melhor para todos.

Assim como o filme Piratas do Caribe é inspirado em um dos brinquedos do parque de diversões da Disney e que é um grande sucesso de bilheteria (não diria crítica porque os últimos filmes foram bem doidos de assistir, rs), a Disney resolveu se inspirar em outra atração do parque, o passeio futurista de Tomorrowland, afinal, se deu certo uma vez, porque não daria certo uma segunda vez?

A sinopse do filme é "Casey Newton é uma adolescente com enorme curiosidade pela ciência. Um dia, ela encontra um pequeno broche que permite que se transporte automaticamente para uma realidade paralela chamada Tomorrowland, repleta de invenções futuristas visando o bem da humanidade. Ela logo busca um meio de chegar ao lugar e, no caminho, conta com a ajuda da misteriosa Athena e de Frank Walker, que esteve em Tomorrowland quando garoto mas hoje leva uma vida amargurada.".

Tomorrowland tem na direção Brad Bird, que também comandou os ótimos Missão Impossível - Protocolo Fantasma (melhor filme da série), Os Incríveis (finalmente vai sair uma continuação!), O Gigante de Ferro (se não assistiu ainda, assista!) entre outros filmes e dirigiu também alguns episódios de Os Simpsons (lá no começo do desenho.), nesse filme ele vai contra a moda atual de filmes que mostram o possível futuro da humanidade como um mundo de puro caos e desordem, da uma visão otimista e esperançosa para a humanidade.


Casey e Frank
A história do filme começa com o personagem Frank Walker, interpretado por George Clooney, contando como eles chegaram até aquele ponto da história, isso como se estivesse contando para o expectador, o ponto de partida da sua história é 1964 quando ele com 11 anos leva a sua invenção na World's Fair para tentar ganhar a feira de inventores de Tomorrowland, lá ele conhece o principal avaliador e jurado da feira David Nix, interpretado por Hugh Laurie, e a menina Athena, ela que da para ele um broche que o permitiu conhecer a verdadeira Tomorrowland, então a história é interrompida por Casey Newton, a verdadeira protagonista do filme e interpretada pela atriz Britt Robertson, que diz que ele está contando errado a história, então a partir dai vemos a história se desenvolver do ponto de vista dela e assim vai até o final do filme.

Não vou dar spoilers do filme, mas é uma boa ficção cientifica, com uma história que bem trabalhada e desenvolvida, temos praticamente tudo que poderia agradar o público, algumas cenas de ação, robôs, foguetes espaciais, viagem dimensional, e um final otimista e que traz boas mensagens que podem ser aproveitadas para o nosso dia-a-dia, uma dessas mensagens é dita pela personagem Casey, que é uma antiga história/provérbio indígena dos dois lobos que habitam dentro de cada pessoa, um lobo bom e um lobo mau, que estão sempre brigado para ver quem vai dominar a pessoa, o vencedor dessa disputa é aquele que a pessoa alimentar mais.

Uma pena esse filme não ter ido bem nas bilheterias, bom, na verdade foi um dos grandes fracassos do ano, que acabou dando um prejuízo para a Disney entorno da casa dos 100/150 milhões de dólares, e por causa disso há zero chances de vermos uma continuação desse filme, não sei explicar o porque não ter tido retorno financeiro, já que o filme tem muitas críticas positivas e tem praticamente tudo que o grande público pede, aventura, ação e efeitos especiais muito bem trabalhados, sei que não é uma obra prima, tem os seus defeitos, em alguns momentos o filme fica meio bobo, mas que para mim não chegou a estragar a sequência e narrativa da história.

Se você ainda não assistiu, vá assistir, é uma bom filme para te dar uma injeção de bom ânimo e sair da rotina de ver somente futuros desérticos, ou de infestações zumbis, ou máquinas exterminadoras que temos visto aos montes ultimamente.



Nenhum comentário :

Postar um comentário