14 de julho de 2015

FUI VER Exterminador do Futuro: Genisys (melhor que a Gênesis... =P)

O Exterminador do Futuro: Gênesis (Terminator: Genisys) é uma grande uma homenagem aos dois primeiros filmes feitos pelo James Cameron (Titanic, Aliens, Terminator, por ai vai...) e quase que ignora o que aconteceu no terceiro filme O Exterminador do Futuro 3 - A Rebelião das Máquinas (Terminator 3: Rise of the Machines) e definitivamente caga para o que aconteceu no horrível Exterminador do Futuro 4: A Salvação (Terminator Salvation).

A sinopse do filme é a seguinte "Em 2029, John Connor comanda a resistência humana contra as máquinas. Ao saber que a Skynet irá enviar um exterminador ao passado com o objetivo de matar sua mãe, Sarah Connor, antes de seu nascimento, John envia o sargento Kyle Reese de volta ao ano de 1984, na intenção de garantir a segurança dela. Entretanto, ao chegar Reese é surpreendido pelo fato de que Sarah foi criada desde criança por um outro exterminador T-800, o tem como protetor e já não é mais tão indefesa.".


A história desse quinto filme da franquia Exterminador, segue mais ou menos a mesma formula utilizada nos novos filmes do Star Trek (Jornada nas Estrelas) feitos pelo J.J. Abrams e no X-Men: Dias de um Futuro Esquecido (X-Men: Days of Future Past) do Bryan Singer, é uma sequência dos filmes anteriores, mas ao mesmo tempo é um novo inicio para tudo o que tinha acontecido, ou seja, você faz um novo filme, uma nova história que joga a anterior no lixo, mesmo que não a ignore por completo, em termos de filmes de ficção, é criado uma nova linha temporal. Então se deu certo duas vezes, a chance de não dar certo na terceira vez é bem pequena.

Ainda não entendeu o que fizeram nesse quinto filme? Vou te ajudar então, para poder falar do Genisys preciso resumir os dois primeiros filmes que foram roteirizados e dirigidos pelo James Cameron, fiz esse gráfico porque se fosse escrever tudo daria um texto muito grande (acredite em mim, cheguei a digitar e ficou grande pra carai! rs)
CLIQUE na imagem para ampliar, e mais do que isso não da para explicar.
Pronto, acho que agora vai ficar mais fácil, antes que continue, a partir de agora pode ser que daqui para frente tenha alguns SPOILERS do filme, bom, na verdade depende, se você não viu todos os trailers, vão ter muitos, agora se você foi besta que nem eu fui e viu todos os trailers, não sobrou muita coisa para ser surpreendido no filme, na verdade só sobrou uma grande revelação e que não vou soltar aqui. Ah, vou tentar ser o mais direto possível também, se não vai ficar um texto

Vamos lá, o filme começa com uma narração do Kyle Reese explicando tudo o que aconteceu e como a humanidade foi derrotada e quase exterminada pelos robô controlados pela Skynet, explica que ele nasceu após o Dia do Julgamento e que seus pais foram mortos quando ele era apenas um moleque, de como ele foi salvo por John Connor e como ele se tornou um bom combatente e braço direito de Connor na rebelião contra as máquinas. Também explica que John sempre parece saber o que as máquina irão fazer, o que deve fazer para derrotar as máquinas e que graças a isso ele chegaram ao dia em que eles estão, que segundo Connor é dia em eles irão derrotar as máquinas e salvar a humanidade com as duas frentes de batalha que a Resistência possui, uma no quartel general da Skynet e outra em uma instalação que possui uma arma secreta das máquinas.


Comparação entre Tio Arnold de 84 e
o Tio Arnold de 2015 recriado em CG.
A tal arma secreta é a máquina do tempo que é usada para enviar o T-800 para 1984 e matar Sarah Connor e também é usada para enviar Kyle para o passado, John explica isso, o porque dele saber as coisas que as máquinas iriam fazer e o que Kyle deveria fazer para salvar sua, só omitindo que ele é na verdade seu pai e que morre depois de destruir o T-800 e engravidar a Sarah, é claro. Então lá em 1984 vemos a chegada do T-800 que deve matar Sarah Connor, só que ele é surpreendido por um T-800 envelhecido e acaba sendo derrotado por esse velho, logo depois vemos Kyle chegando e também é "recepcionado" por um outro exterminador, só que agora um T-1000 programado para mata-lo, ele é resgatado por Sarah junto do velho T-800, eles explicam para Reese que já pararam o exterminador que ele veio atrás e que agora eles agora devem destruir aquele T-1000.

Claro que Sarah e o T-800 conseguem destruir o T-1000, logo após isso eles explicam para o confuso Kyle como que já sabiam de tudo isso e o motivo de Sarah estar acompanhada do velho T-800, que ele a salvou quando ela tinha 8 anos de idade e desde então tem sido criada por ele, ela até o chama de "Pops" (é um apelido tanto para pai ou avô). Logo após, eles explicam para Kyle que o novo objetivo é viajar no tempo até 1995 e impedir o Dia do Julgamento e a Skynet, mas ai que vem a confusão e o que vi algumas pessoas falando mal, Kyle diz que desde que ele voltou para 1984 ele estava tendo uns sonhos estranhos e até se lembrando de coisas da infância e juventude dele, mas que não tinham como ser dele porque tudo tinha sido um inferno e essas lembranças eram boas, pelo menos até  o ano de 2017 e até lembrava de comemorar 12 anos com os pais dele em uma festa, coisa que nunca tinha acontecido, então entra Pops na jogada, pelo visto o exterminador foi reprogramado com muito mais do que apenas ser um robô guardião, ele tem conhecimentos de física e até teorias de realidades paralelas decorrentes de alterações feitas em viagens do tempo, ah, o plano deles de viajar para 1995 é através de uma mini máquina do tempo construída com sucata pelo Pops. rsrs Forçado, mas não estou nem ai, é um filme todo forçado, é ficção caceta! É forçado, é bem fraco o remendo no roteiro, mas é lógico e tem função. Então f...-se e bola pra frente curtir o filme!


Kyle, Pops, T-1000, T-3000 e Sarah
Último parágrafo, eu prometo, já está grande mais esse post! Lá se foram Kyle e Sarah para 2017 pela máquina do tempo de garagem do Pops, que não pode ir junto porque estava com partes de metal expostas, chegando lá eles acabam indo para o hospital sob custódia da policia, afinal, aparecer peladão no meio da rodovia do nada é no minimo muito estranho. A policia chama os federais quando não encontrão nenhum registro da Sarah e pelos registros de Kyle mostrarem como se fosse de um garoto de 12 anos sendo que ele tinha uns 30, só que o chamado é interceptado por ninguém menos que o velho John Connor, o mesmo que mandou Reese para 1984, conversa vai, conversa vem, eles então começam a fugir, quando Pops chega ao hospital em uma cena que é uma clara homenagem ao filme Terminator 2, só que em vez de ser um buque de rosas, é um urso gigante rosa que tem uma escopeta dentro, quando o exterminador acha o trio, ele atira sem avisar em John, deixando todos muito surpresos, só o que assusta mesmo é hora que John se levanta e revela que agora ele também é um exterminador o T-3000, que é uma coisa incrível, é todo de micro-partículas que substituem a nível celular os organismos vivos da vitima, o John-3000 explica que merda que deu no futuro e o que ele tem feito em 2017, a missão dele é garantir que a Skynet vai ser mesmo inventada e lançada. Outro easter egg que tem no filme é que assim como no T2, a Skynet é criada pela Cyberdyne, só que agora pelas mãos do filho do cientista que deveria te-la criado em 1995 e acabou morrendo.

Enfim, eu gostei bastante do filme, não é o melhor da série, nem se iguala aos dois primeiros, mas já é centena de vezes melhor que os Exterminadores 3 e 4, só acho que a empresa que pegou para fazer os trailers errou na mão na montagem de cenas e revelou muito do filme neles, praticamente não tem mais que te surpreenda no filme que não tenha sido mostrado em um dos trailers, mesmo erro que foi cometido pela responsável dos trailers do Vingadores 2: E.deU., se tivessem poupado algumas das coisas para o filme, como John ter virado um exterminador, e mais algumas coisas, talvez tivesse sido melhor recibo pelo público e melhor avaliado pelos críticos, é chato chegar no cinema já sabendo o que vai acontecer no filme.

Mas vá assistir no cinema, é bem divertido, tem ótimas cenas de ação, a luta entre os T-800 é muito legal, assim como a briga entre o Pops (T-800) e o John-3000, e é claro, tem a única coisa que foi polpada dos trailers e que não contei aqui e que ajuda a dar mais sentido ainda do porque dar muita merda no passado.

Nenhum comentário :

Postar um comentário