16 de junho de 2015

SUPERNATURAL, acho que já pode acabar!

Sabe uma daquelas séries que você só assisti ainda porque simplesmente acompanha desde o primeiro episódio e continua assistindo mesmo que essa série tenha se tornado uma grande merda? 

Então, Supernatural é ou era uma dessas séries que se enquadra nesse caso, só que te falar em, essa última temporada superou o nível de "ruindade", tanto que só terminei de assistir a décima temporada essa semana passou, mais de um mês depois de ter passado o último episódio!

Se você ainda não viu os últimos episódios ou temporada, melhor não ler o restante do post, tem diversos spoilers principalmente sobre os dois ultimos episódios da décima temporada, depois não vem reclamar!

Depois de dez temporadas, acho que finalmente está na hora de cancelar essa série, porque se analisar direito essas últimas temporadas elas foram bem medianas ou fracas, vamos lá então, um resumão do que foi a nona temporada, que começa com Dean e Sam sofrendo as consequências do Paraíso ter sido fechado, a partir disso é um caça e foge de Anjo e Arcanjo revoltados com eles e Castiel que foi considerado o principal culpado por fechar o Andar de Cima, no meio disso Dean recebe a Marca de Cain, mais história para encher linguiça, para no fim reabrir o Paraíso, matar a cavaleira(???) do inferno Abaddon e Dean morrer (de novo, morte número 4ou5?) pelas mãos de Metatron, então se formos procurar pelas boas histórias mesmo, elas acabaram quando os Winchester mataram Azazel, o Demônio de Olho Amarelo, depois disso só foi decaindo a qualidade da série, a terceira e quarta temporadas ainda foi mediano, mas a partir do momento que eles colocaram toda a pira de libertar Lúcifer, causar e encerrar o Apocalipse, morrer uma centena de vezes, fazer coisas impossíveis e totalmente absurdas, apresentar Deus disfarçado de messias que escreve uma série de livros baseada na vida de Sam e Dean, para chegar nessas duas últimas temporadas que me fizeram perder quase todo o interesse na série.

Digo isso porque na nona e décima temporadas, os roteiristas parecem que se perderam no que contar de história, é só uma enrolação sem fim de Sam briga com o Dean, Dean briga com Sam, algo acontece com Sam que o Dean precisa fazer o impossível e sacrificar tudo para salvar o irmão, ai o Dean tá ferrado e o Sam precisa fazer o impossível e sacrificar tudo para salva-lo, parece que colocaram a história da série no "Repetir faixa" e não tiram mais, só muda o inimigo e o grau de perigo, que por sinal está ficando cada vez mais absurdo e exagerado. Mas para não falar que está só nisso, os roteiristas inventam de colocar os Winchester para conhecer o Reino de Oz (aquele mesmo do filme O Mágico de Oz), conhecem a família Frankenstein, que é o contrário dos Homens das Letras e da família Winchester, ou seja, tem como ramo de atividade causar o caos no mundo, nossa, chega de enrolação por favor ou acabem com a série logo, mas deem um final digno!


Sam, Morte e Dean
Cena do episódio 10Tx23E
Acredito também que a história entrou em contradição com as histórias apresentadas nas temporadas anteriores e que estabeleceram algumas regras, mesmo que não sejam enumeradas e escritas, como por exemplo Deus é o ser mais poderoso que existe, os Anjos são poderosos e os Arcanjos são ainda mais e podem fazer quase tudo, inclusive trazer os mortos de volta a vida, Demônios são poderosos mas tem limites, a Morte é eterna e existe antes mesmo de Deus e o Universo e vai existir depois que tudo morrer, que a tal da Marca de Cain pode ser controlada mesmo que leve muito tempo, entre outras coisas, então veio a nona e décima temporada e já vimos os Anjos e Arcanjos não são poderosos assim e são um bando de sacanas invejosos dos seres humanos, aparentemente alguns Demônios ganharam um upgrade e ficaram fortes demais principalmente o Crowley (eu gosto do personagem, mas ele era apenas um demônio negociador, só se tornou rei do inferno porque deu merda pro lado do Lúcifer e ele se aproveitou disso...), aparentemente a Morte pode ser morta e a Marca de Cain não poderá ser controlada nunca.

Se tem uma coisa que acho que ficou idiota são as tarefas/missões/dificuldades apresentadas, que são sempre classificadas como algo que é impossível de ser feita/resolvida, ai do nada eles acham algo nos arquivos dos Homens das Letras ou eles acabam esbarrando na resposta/solução do problema do nada e conseguem resolver e salvar o mundo mais uma vez, usar esse recurso uma ou duas vezes na história é OK, agora usar em todas as temporadas fica chato e repetitivo; sem contar que as vezes acho que eles não sabem mais como usar o Castiel na história e só estão mantendo o personagem porque tem uma boa recepção e carisma com o público, ai para dar um sentido na história ele teve sua essência angelical roubada pelo escriba de Deus, o tal do Metatron que era o secretário particular de Deus e escrevia tudo que era falado, e por causa desse roubo acabou virando um humano, agora o cara quando recupera ela não consegue mais fazer nem um décimo que podia fazer antes, nem se teleportar para outros lugares como fazia antes, putz mal demais em! Então para que todo o trabalho para recuperar a tal essência se serviu apenas para transformar ele no band-aid pessoal do Dean e Sam? Sacanagem com o personagem, melhor terem deixado ele como humano mesmo, "ah Bruno, ele recuperou a essência roubada mas ela estava bem desgastada...", a por favor, isso é desculpa esfarrapada e mais um sinal que não sabem mais o que fazer com o personagem na série!

Ai quando a busca por informações sobre como retirar a Marca de Cain feitas pelo Sam e Dean não dá em nada e nem mesmo na biblioteca/arquivos dos Homens das Letras, que até agora parecia ter registro de tudo que existe no mundo sobrenatural, não ajuda em nada, a Charlie que tinha saído pelo mundo para se "aventurar" como uma nova caçadora de monstros e pesquisadora, resolve dar noticias e dizer que ela achou um livro chamado de o Livro dos Condenados e que precisava de ajuda porque tinha uns caras a perseguindo, e que ela tinha descoberto que esse livro tinha o segredo de como retirar a Marca do Dean e assim poder salvar o amigo. Só que como tudo tem um porém nessa série, para retirar a marca usando o Livro acarretaria em grandes e graves consequências, mas que não eram ditas quais, apenas era o que Dean soube através da Marca ao tocar no tal livro. 
Orra, ela não merecia um fim desses... =/

Lembra os caras que estavam perseguindo a Charlie? Então, eles eram integrantes da família Stein. que são apresentados como uma família que tem trabalhado por séculos para criar o caos no mundo e que por um período de tempo foram os donos do Livro dos Condenados e por isso aprenderam a rastreá-lo através da magia, após um confronto com esses perseguidores, os Winchester e Charlie conseguem eliminar os Stein, Sam finge destruir o Livro como Dean havia mandado já que ele não queria ser o responsável por algum mau causado pelo uso do livro, de posse do livro e sem ter como ler por estar em uma língua não conhecida e criptografado, Sam resolve procurar Rowena (gênio, ela é uma bruxa, mas prefere procura um inimigo em vez de procurar Crowley, Rei do Inferno, que se tornou amigo do Dean) para que ela leia o Livro, ela consegue apenas fazer uma tradução parcial mas sem descobrir o segredo guardado pela criptografia, não vale nada a tradução. A partir disso Sam chama Charlie novamente para ajudar a descobrir o segredo do Livro, ela consegue mas devido a perseguição dos Stein, a mais nerd do grupo acaba morrendo, causando mais uma vez briga entre os irmãos e que Dean saia do controle e vá atrás da família Stein, que descobre que o verdadeiro nome da família é Frankenstein, Dean consegue eliminar todos a sangue frio e se distancie de Sam e Castiel.


A Escuridão, fumaça preta no fundo.
(pera, os demônios não
eram uma fumaça preta também?)
Após massacrar a família Frankenstein, Dean perde todas as esperanças de se livrar da Marca usando o Livro dos Condenados porque entendeu que teria um custo muito alto (lembra o que escrevi no segundo parágrafo?) ou de qualquer outra maneira, não tendo mais alternativas ou esperança, ele acredita que só tem um recurso e mesmo sabendo que ele não pode morrer porque a tal maldição não deixa que isso aconteça, Dean invoca a Morte e pede para ser morto, o Ceifador vendo a situação do pedido explica que não pode mata-lo porque a Marca não permitiria isso, mas a única coisa que ele poderia fazer seria retirar a maldição, só que não irá fazer pois se fizer isso iria libertar A Escuridão, que é uma entidade de puro mal, que existia antes da crianção do universo e que de tão poderosa, Deus precisou de todos os seus Arcanjos para enfrenta-la em uma guerra que foi algo épico e mesmo assim só foi possível aprisionar a entidade, como chave para essa prisão Deus criou a Marca e deu a responsabilidade de cuidar dela ao seu arcanjo mais leal e poderoso, esse arcanjo era Lúcifer, que por muito tempo manteve a Marca e durante esse tempo foi corrompido pelo mal que representa e assim acabou se rebelando contra o seu criador, como punição foi expulso do Paraíso e aprisionado no Inferno, tempos depois Lúcifer conseguiu passar a Marca para Cain que também acabou corrompido e acabou matando seu irmão por este motivo. E assim como seu antecessor, Cain passou a Marca para Dean, que agora viveria para sempre com ela ou poderia passar a maldição para outra pessoa e assim se ver livre dela, mas tudo o que ele estava passando, quem recebesse a Marca, acabaria sofrendo do mesmo destino, com todas essas informações Dean resolve que não passaria para ninguém e que aceitava o futuro que teria pela frente, a Morte então oferece a chance de que ele possa viver em outro planeta onde não poderia machucar ninguém, só que teria uma condição, que pudesse matar Sam, já que o irmão mais novo estava fazendo de tudo para salva-lo, até mesmo usando o tal Livro dos Condenados.

Enfim, Dean aceita o trato da Morte, ele chama Sam para conversar, ele explica toda a situação para seu irmão mais novo, os dois brigam porque não se entendem, mas no fim Sam acaba convencendo Dean de que aquele não era o caminho e ele mata a Morte (hahahahahaha... Para veih!), depois disso aparece Rowena com o código para poder ler por inteiro o Livro dos Condenados, ela liberta Dean da maldição de Cain, e ai já viu né, a entidade mais perigosa de toda a existência, que a própria Morte temia e nem Deus conseguiu derrotar sozinho foi liberta, parecendo uma versão dos demônios quando saem do corpo de uma pessoa que estava possuída, só em grande escala e passa a crescer cada vez mais e a destruir tudo no seu caminho. E esse será o grande desafio dos irmão Winchester na próxima temporada, só entidade mais foda que existe, a vantagem que acredito que vai ter de agora em diante é de que ninguém pode morrer né, já que a Morte morreu. Aff...

Bom, não sei se consegui me expressar bem nesse texto enorme, bom se não fui, fazer o que né? Mas no fim das contas, Supernatural entrou para a lista de séries que só assistirei hora que tiver um tempo vago e mais nenhuma outra série, que seja melhor que ela, para assistir, nessa mesma lista está The Walking Dead, que é outra série que não perco mais tempo assistindo ou irei pegar na locadora gratuita universal logo que ficar disponível.

Para finalizar, confere ai Dean passando a foice na Morte:

Nenhum comentário :

Postar um comentário