2 de abril de 2015

JÁ LEU Kingsman – Serviço Secreto (HQ)?

Já leu a graphic novel Kingsman – Serviço Secreto (The Secret Service, editora Icon, 2012) escrita por Mark Millar (Kick-Ass) e Dave Gibbons (Watchmen) e que com base nela foi feito um ótimo filme que herda o nome? Bom, se não leu ainda, leia! Porque vale a pena ver como é a história do agente Jack London (não, não errei o nome) que trabalha para a agência governamental inglesa MI6 de espionagem e seu sobrinho Gary que começa com um jovem delinquente sem futuro e termina como superagente secreto.



Então temos a seguinte história: “Ao redor do globo, celebridades da cultura pop estão sendo abduzidas e ninguém sabe o por quê. Jack London – superespião – está no caso.
Mas Jack também tem seus próprios problemas: uma irmã imprestável e seu filho fora de controle. O jovem Gary se meteu com companhias erradas e sua vida está indo pro buraco. Apenas Jack se encontra entre seu sobrinho e uma cela de cadeia. Mas vendo um pouco de si mesmo em Gary, Jack oferece ao garoto uma última chance de futuro – na escola de espiões. Fora de seu elemento, rodeado pelos melhores e mais inteligentes, será que sua esperteza adquirida nas ruas bastará para torna-lo um agente secreto? Gary tem mesmo o que é preciso para ajudar seu tio a encontrar as celebridades e salvar o mundo?
O conflito de classes se mistura com a guerra ao terrorismo, conforme Mark Millar e Dave Gibbons reinventam a espionagem para o século 21!”.

Pois bem, no mesmo mês que estreia o filme (leia aqui a opinião), a editora Panini Comics está lançando em formato Premium, ou seja, capa dura, em papel couché, um precinho diferenciado (R$ 42,00) e que reuni as 6 edições da graphic lançadas em 2012 pela Icon que é uma linha editorial da Marvel Comics onde permite que seus roteiristas e desenhistas lançarem projetos paralelos aos seus trabalhos ligados aos personagens da Casa de Ideias, é uma edição legal para se ter na sua coleção de encadernados e te dá a chance de odiar o ou gostar ainda mais do filme, falo isso porque existem diversas diferenças entre o filme e da graphic que explicarei mais para frente.

Como disse anteriormente, ler a graphic vale a pena pois ela tem algumas referências a cultura pop dos últimos 30 anos, principalmente do cinema para ser mais exato, possui vários momentos clichê de história de superespiões que todo fã de 007 gosta, diversos momentos irônicos e boas sequências de ação, a história de modo geral é bem simples, aquilo que já conhecemos bem, o agente secreto caçando o bandido megalomaníaco que quer destruir a humanidade. Quando mencionei a Icon e expliquei que ela faz parte da editora Marvel Comics, foi com a intenção de chegar a este ponto, originalmente “The Secret Service” seria uma história da SHIELD que foi rejeitada pela Marvel e teria Nick Fury como o superespião da história colocando um delinquente sob sua tutela e ensinando ele a ser um superespião, talvez desse certo, talvez não, mas acho que hoje podemos agradecer de não ter virado uma história do Nick Fury e um pupilo, pois muito provavelmente nunca veríamos um filme sobre esta história e não teríamos o excelente filme Kingsman.

Então se você gostou do que escrevi, vá até a livraria ou banca de costume e compre o encadernado, o meu já está junto aos demais da minha coleção.

BÔNUS (Spoilers, cuidado!) - Algumas diferenças entre a graphic novel "The Secret Service" e o filme "Kingsman - Serviço Secreto":
1° - Na graphic a agência que comanda os agentes secretos é o MI6 do governo britânico, já no filme a agência que comanda os agentes é a Kingsman que não é ligada ao governo;
2° - No filme a agência Kingsman os principais agentes recebem o nome de um dos cavaleiros do  lendário Rei Arthur e o diretor geral recebe o nome do rei, na graphic não temos nada disso;
3° - Todos os personagens da história sofreram alguma modificação, uns menos outros mais drásticas, como por exemplo:
      - Jack London, tio de Gary, da graphic virou Harry "Galahad" Hart, sem parentesco com Gary;
      - Gary manteve o nome, mas ganho o apelido Eggsy;
      - Vilão mudou de nome, G.N.* temos Dr. James Arnold, bilionário, nerd e maluco; filme temos               Valentine, bilionário, maluco, fanho; e
      - Capanga Gazela da G.N. é um bruta montes, com próteses simples no lugar das pernas; no               filme temos a bela capanga Gazela, também com próteses nas pernas com laminas embutidas.
Mark Hamill em The Secret Service
Professor James Arnold em Kingsman
4° - Nos filmes diversos lideres mundiais estão sendo sequestrados, na G.N. somente astros de cinema e celebridades ligadas aos gostos pessoais do vilão que estão sendo sequestrados; e
5° - A rápida participação do ator Mark Hamill  que interpreta o Professor James Arnold é na verdade uma ao ator e à graphic novel, na graphic a história começa com Hamill (sendo ele mesmo) sequestrado pelos mercenários do Dr. Arnold;

Existem outras diversas diferenças, outras boas, outras nem tanto, mas na soma geral das mudanças, o saldo é positivo, a história do filme ficou muito melhor a da graphic novel, acho que não faria muito sucesso adaptar para o cinema uma história que o vilão sequestra as pessoas que ele admira para salva-los da eventual destruição do mundo causada pelo mesmo. rs